Nunca é só um parto.

O mundo do parto faz parte de uma esfera contagiante, construída por hormônios do amor. E a informação sobre esse conceito é uma das ferramentas para se ter o poder de escolha, nesse momento tão ímpar, na vida de uma gestante e sua família. O conceito do Parto Ativo – criado por Janet Balaskas – tem vindo à luz da Sociedade Brasileira, que agora, busca sedenta por essas informações.

Conheça o Movimento!

Você sabe o que é um Profissional formado em Parto Ativo?

Profissionais de várias áreas de atenção ao ciclo gravidez-parto-pós parto podem utilizar o Parto Ativo em seu trabalho. Parteiras, obstetrizes, médicos obstetras e pediatras, enfermeiras e enfermeiras obstetras, fisioterapeutas, doulas, instrutoras de yoga para gestantes, psicólogas, educadoras perinatais.

O Parto Ativo significa respeito à mulher e ao seu protagonismo no processo de gestar-parir-maternar. É a compreensão do funcionamento fisiológico e hormonal do corpo da mulher, de suas necessidades e das necessidades do bebê. Através deste conhecimento, podemos criar condições que favoreçam os processos naturais da gestação, do nascimento e do período pós-parto, e dar espaço e liberdade para que a própria mulher possa entrar em contato com sua sabedoria feminina e suas necessidades. Assim, agregamos saúde e segurança para o nascimento, mesmo na eventualidade de intervenções ou situações especiais.

Quando os princípios do Parto Ativo são respeitados, as chances de surgirem intervenções e/ou complicações durante o parto diminuem consideravelmente, além de aumentar a satisfação da mulher com a experiência, e favorecer a saúde da mãe e do bebê. Mesmo assim, na eventualidade da necessidade real de alguma intervenção, inclusive da cirurgia cesariana, é possível aproveitar os conhecimentos e princípios do Parto Ativo, minimizando os efeitos colaterais e favorecendo a segurança e a saúde da díade mãe-bebê.

A mulher que busca um Parto Ativo quer ser a grande rainha da situação – e ela o é de direito. Esta mulher quer viver a experiência com intensidade, quer estar ativamente envolvida no processo de parto. Ela tem uma atitude responsável, e por isso busca informação e profissionais que respeitem seu corpo, seu bebê, sua família e seu parto. Tudo isso é de direito da mulher. Em nosso país, cada vez mais mulheres vem descobrindo que podem muito mais!

Portanto, é levando em consideração todos estes aspectos que um profissional que utiliza o Parto Ativo trabalha. A demanda por este modelo de assistência só cresce, e por isso o Parto Ativo Brasil, em conjunto com Janet Balaskas, se esforça para contribuir para que esta realidade seja cada vez mais acessível às mulheres brasileiras e suas famílias.

Agora que você já sabe o que é um Profissional de Parto Ativo, que tal compartilhar essa informação com um amigo?

Sistemas hormonais do ciclo do parto

Newsletter!

Fique por dentro de curiosidades e novidades do Parto Ativo Brasil!

Cadastrar!